Autor: Luan Leao e Laura Lourenco da Agencia Record

Morreu na madrugada desta segunda-feira (3) a segunda vítima da explosão no polo petroquímico da Braskem, na região do ABC Paulista, em São Paulo. O caso aconteceu em 22 de junho.  A nova vítima também trabalhava para a empresa terceirizada Tenenge, responsável pela manutenção do tanque de combustível que explodiu. E ficou internada duas semanas na UTI (Unidade de Terapia Intensiva). • Compartilhe esta notícia no WhatsApp  • Compartilhe esta notícia no Telegram Em nota, a Braskem lamentou o ocorrido e afirmou que prestando todo o apoio para as famílias. O outro colaborador que estava internado recebeu alta na última semana. “A…

Leia Mais