Autor: Por Leticia Naisa da Agencia Einstein

Anne Carrari foi diagnosticada com câncer de ovário Diego Padgurschi/Agência Einstein Em 2015, a estudante Anne Carrari tinha 40 anos e ouviu de um médico que teria apenas 20% de chance de estar viva em até cinco anos. Fazia cerca de um ano que ela havia sido diagnosticada com câncer de ovário em estágio 4 — ou seja, seu estado era extremamente grave, a doença já estava bastante avançada. “Quando esse é o diagnóstico, se faz quimioterapia paliativa”, conta Carrari, que conheceu o termo “paliativo” em seu tratamento apenas três anos depois da descoberta do câncer. • Clique aqui e…

Leia Mais