Autor: Priscilla de Paula e Rosildo Mendes da Record TV Minas

A Prefeitura de Pedro Leopoldo, na região metropolitana de Belo Horizonte, investiga a presença do verme cabeça de martelo no quintal de uma família que vive na cidade. Rara no Brasil, a espécie é tóxica e pode prejudicar plantações, além de contaminar animais e seres humanos. • Compartilhe esta notícia no WhatsApp • Compartilhe esta notícia no Telegram O bicho, que se parece com uma minhoca, pode chegar a 60 cm de comprimento. Não havia relatos da presença do verme em área urbana no Brasil até que a dona de casa Katia Oliveira Medina percebeu um no quintal dela, no…

Leia Mais