Autor: The New York Times Carl Zimmer

Em 1889, o médico francês François-Gilbert Viault desceu de uma montanha nos Andes, tirou sangue do próprio braço e o examinou em um microscópio. Os glóbulos vermelhos do médico, responsáveis por transportar oxigênio pelo corpo, tinham aumentado em 42%. Ele havia descoberto um poder misterioso inerente ao corpo humano: quando este precisa de mais células cruciais para a vida, pode produzi-las sob demanda. Veja também Carros Montadoras compartilham hábitos de condução de motoristas com seguradoras Internacional ‘Crime do século’: especialistas dizem que aviador famoso matou o próprio filho há quase 100 anos Internacional As exportações da China só aumentam, e…

Leia Mais